Cozinhas com ilha: o que saber antes de projectar a sua!

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

Cozinhas com ilha: o que saber antes de projectar a sua!

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
Modern Kitchen by MyWay design Modern
Loading admin actions …

As cozinhas com ilha estão na moda e não temos dúvidas de que as ilhas são elementos que surgem como uma mais-valia nesta divisão na medida em que lhe acrescentam 25% de espaço adicional de bancada. Para além desta superfície complementar para a preparação e de alimentos e refeições informais, as ilhas podem, ainda, a incluir espaço de arrumação, electrodomésticos e banca para lavar louça. Há, até, cozinhas com ilha e mesa: um 2 em 1 muito útil.

Ter uma cozinha com ilha é o sonho de muitas pessoas. O entusiasmo leva a que se cometam alguns erros na escolha da ilha, designadamente no que diz respeito à proporção da mesma. Hoje, deixamos-lhe algumas dicas para o ajudar a escolher a ilha adequada para a sua cozinha e ajudamo-lo a ponderar os prós e os contras de ter uma ilha.

Para ilustrar o nosso artigo, escolhemos imagens portuguesas de cozinhas com ilha modernas. Se um ou mais projectos o conquistarem, basta clicar sobre a etiqueta “contactar” para alcançar os profissionais por ele(s) responsáveis.

Vamos a isso?

​1. As vantagens de ter uma cozinha com ilha

Residential House in Porto Modern Kitchen by INAIN Interior Design Modern
INAIN Interior Design

Residential House in Porto

INAIN Interior Design

Porquê ter uma ilha de cozinha? Por que é que as ilhas são tão populares? Vale a pena pesar os prós e contras antes de tomar uma decisão. Entre as vantagens, destacaríamos as seguintes:

  1. Mais espaço de bancada: quando cozinha, a sua bancada depressa se enche e fica sem saber onde pôr a tábua para cortar os alimentos ou aquela travessa que saiu do forno? Já todos passamos por isso e a ilha é uma boa solução para ter aquela superfície extra que vem mesmo a calhar para cozinhar mais à vontade.
  2. Espaço de arrumação adicional: numa cozinha, o espaço de arrumação parece nunca ser suficiente. A ilha pode vir colmatar essa lacuna se tiver armários e/ou prateleiras incorporado/a(s). Os electrodomésticos podem também ser inseridos na ilha.
  3. Superfície de refeições informais: nem sempre há tempo de nos demorarmos à mesa a fazer uma refeição. Reserve uma porção da sua ilha para fazer refeições informais como pequenos-almoços rápidos.
  4. Definição de espaço: hoje em dia, sobretudo nas casas modernas, tem-se vindo a apostar numa configuração em plano aberto (open space) na qual a sala de estar, a sala de jantar e a cozinha se integram. A ilha pode demarcar os limites da cozinha, separando-a virtualmente em relação à sala de estar e/ou de jantar. Cria-se, assim, uma separação sem que sejam necessárias paredes ou outras barreiras visuais.

​2. As desvantagens de ter uma cozinha com ilha

by FABRI Country

Há desvantagens em ter uma ilha de cozinha? As vantagens superam-nas, mas as desvantagens são as que se seguem:

  1. Pesam no orçamento: as ilhas de cozinha tendem a ser caras. São um elemento adicional no espaço que exige compra de mais materiais, o que se traduz num custo extra. Porém, pode optar por uma solução mais simples, pequena e independente (em vez de por uma ilha presa ao chão). Na IKEA, por exemplo, a ilha da linha Stenstorp, com 126 x 79 cm custa apenas 349€.  
  2. Disrupção da fluidez de circulação: esta desvantagem só tem razão de ser se o espaço não for planeado correctamente. O fogão, o frigorífico e a banca para lavar louça devem formar um triângulo de trabalho e a ilha pode quebrar esta fluidez e surgir como um obstáculo.
  3. Incorporação dos electrodomésticos: as ilhas com electrodomésticos acabam por se tornar nas protagonistas da cozinha. Isso pode fazer com que se criem espaços mortos na divisão. Além disso, um fogão na ilha levanta problemas de ventilação. A instalação de um exaustor torna-se essencial, o que significa mais um gasto.

​3. Cozinhas com ilha: a regra dos 10%

Uma boa forma para se orientar e evitar que a ilha se torne um inconveniente na sua cozinha é basear-se na regra dos 10%. A sua ilha não deve ocupar mais de 10% do total de metros quadrados da cozinha. Um volume que ultrapasse essa percentagem acabará por sobrecarregar o espaço, tornando-o menos funcional. 

Se quiser ter uma noção de como a existência da ilha vai afectar o espaço, pode experimentar colocar uma mesa com medidas aproximadas no centro e deixá-la durante uns dias para perceber a sensação de ter ali um novo elemento. Esta experiência pode também ser levada a cabo com algumas caixas de cartão que ocupem o mesmo espaço que a ilha vai ocupar.

Lembre-se que a ilha deve vir facilitar a sua vida e não ao contrário. Uma ilha demasiado grande, que obstrua a circulação e que não vem acrescentar nada é desnecessária. A contratação de um designer de cozinhas é aconselhável para este projecto.

​4. Cozinhas com ilha: que propósito vai dar à ilha?

Antes de escolher a ilha para a cozinha, considere o propósito que lhe vai dar. Não se empolgue com o design sem pensar na função até porque são dois aspectos indissociáveis. Olhe para a sua cozinha enquanto um todo e questione-se sobre o que lhe falta. Precisa de espaço de arrumação? Sente-se apertado quando está a cozinhar? Acha que a sua família beneficiaria de uma superfície para fazer as refeições diárias? A ilha é uma oportunidade para resolver qualquer que seja o problema e se se focar no uso específico que lhe vai dar, é mais fácil simplificar o processo de design.

​5. Cozinhas com ilha: espaço vertical

Já aqui lhe falámos sobre a regra dos 10% que é importante para calcular o espaço. Mas, e o espaço vertical? O espaço vertical é importante para determinar a possibilidade de incluir um exaustor e iluminação suspensa e se estas infraestruturas vão obstruir o campo visual. Se chegar à conclusão de que a luz e o exaustor vão criar um obstáculo, então poderá ter que favorecer sistemas embutidos e, se possível, ventilação natural. Os corredores em torno da ilha não devem ser demasiado estreitos ou largos sob pena de o espaço parecer claustrofóbico ou demasiado disperso, respectivamente. Uma largura de 1m—1.15m estará dentro da média.

​6. Cozinhas com ilha: os materiais

Modern Kitchen by FABRI Modern

Para um design mais coeso, escolha materiais que se harmonizem com o resto da cozinha. Há uma panóplia de materiais disponíveis que se adaptam a estilos distintos.

A madeira é um dos materiais mais populares para a cozinha pela beleza e excelente relação qualidade-preço. Na ilha, pode surgir na base e no topo. Porém, deve ter ser selada para oferecer maior durabilidade.

O betão está entre as tendências e vemos muitos projectos de cozinhas com a ilha em betão aparente. É um bom material para quem se identifica com uma abordagem industrial ou moderna. Se optar pelo betão, escolha uma placa de boa qualidade, não porosa e que não ofereça o risco de se partir ou rachar.

O granito, o esteatito e a ardósia estão, igualmente, entre as escolhas frequentes para os revestimentos de cozinha. O granito é acessível, muito durável e está disponível em diversas cores. De dez em dez anos, o acabamento desta pedra deve levar um acabamento.

A esteatito e a ardósia são menos escolhidas do que a ardósia. O esteatito é poroso e deve ser selado com um óleo natural para evitar a formação de manchas. A ardósia, por sua vez, não é porosa e não requer manutenção. Para o tampo da ilha, tem ainda o plástico laminado com acabamento em mate. É resistente e é vendido a um preço razoável, mas deve levar um acabamento.

A cerâmica não podia deixar de constar na nossa lista. Personalize a base da ilha com um revestimento em cerâmica colorido ou mais simples consoante o seu gosto.

Terminamos com o mármore, um material de excelência que empresta um toque de luxo aos ambientes em que se insere. Quanto mais branco, mais caro o mármore.

​7. Cozinhas com ilha e mesa

Modern Kitchen by FABRI Modern

Como temos vindo a repetir ao longo deste artigo, a superfície da ilha pode ser suficientemente grande para ser usada como espaço para refeições diárias. Porém, tem ainda a hipótese de ter uma mesa acoplada à ilha. Neste caso, a mesa aparece, por norma, ao lado e a um nível mais baixo. Para que tal aconteça, a cozinha precisa de ter uma área generosa. A mesa acoplada é bastante funcional já que se servem as refeições exactamente ao lado do sítio onde elas estão a ser cozinhadas.

​8. Cozinhas com ilha pequenas

É possível ter uma ilha numa cozinha pequena? Cada espaço é um espaço, mas a boa notícia é que, actualmente, tanto há ilhas enormes, como muito compactas. Uma boa opção para uma cozinha pequena é uma ilha compacta com rodas. As rodas permitem-lhe encostar a ilha a um canto sempre que precisar do espaço para circular, para receber pessoas, entre outras coisas. Numa cozinha pequena, dificilmente será possível incorporar uma ilha com fogão ou outros electrodomésticos, mas a ilha pode ser para arrumação, por exemplo.

​9. Que mais pode uma ilha incluir?

Seja criativo ao usar a ilha. Para além das funções comuns, a ilha pode incluir garrafeira, um pequeno frigorífico para manter alguns vinhos, prateleiras abertas para acomodar livros de culinária e objectos de decoração, cestos para manter tudo em ordem e o ambiente visualmente harmonioso.

Se o seu orçamento consentir, pode incorporar tecnologia de ponta na ilha. Torneiras temporizadas, mesas passíveis de serem extraídas automaticamente, ecrãs tácteis no balcão, prateleiras rotativas, luzes LED… estas são as cozinhas com ilha de 2018. E do futuro.

​10. Que profissionais o podem ajudar a projectar a sua cozinha com ilha?

Modern Kitchen by CNLL Modern

Para se assegurar de que a sua cozinha com ilha é perfeita, valha-se do know-how de um designer de cozinhas ou arquitecto. Eles saberão ajudá-lo no que diz respeito à funcionalidade, ao tamanho e aos materiais. Recolha imagens de ilhas de que gostou e mostre-lhes para que eles percebam aquilo de que gosta e produzam uma ilha à sua altura e à altura da sua cozinha.


Recomendado:
- Ilhas de cozinha: regras e conselhos

Modern Houses by Casas inHAUS Modern

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!