Decoração de quartos: sonhos cor-de-rosa com dicas homify!

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
dmesure Mediterranean style bedroom
Loading admin actions …

quarto é uma das divisões da casa onde passamos mais tempo e serve um propósito essencial: o descanso. Noites mal dormidas podem resultar em problemas físicos e mentais com repercussões sérias na nossa vida pessoal e profissional. E por que é que a decoração do quarto é importante nesse sentido? Ora, porque um espaço confortável, acolhedor, funcional e esteticamente apelativo faz-nos sentir bem e convida-nos a relaxar. Mas, não é tudo. Já terá, por certo, ouvido alguém a referir-se ao quarto como “o meu santuário” ou como “o meu refúgio”. É natural. O quarto é privado e por muito interessantes que sejam as actividades que levamos a cabo na sala ou na cozinha, também é essencial termos uma área que é nossa onda possamos dedicar-nos ao que mais gostamos: ler um livro em silêncio, ouvir música, folhear uma revista, pensar e tudo aquilo que nos faça voltar a conectar com o nosso “eu”.

Aqui na homify, temos uma miríade de projectos de quartos para o inspirar a projectar o seu. Hoje, vamos focar-nos em quartos de casal, quartos pequenos e em quartos pequenos. Para além das dicas de decoração e de design, vamos ainda levantar a cortina e partilhar consigo algumas lições do Feng Shui para o quarto com boas energias.

Está curioso? Então, acompanhe-nos.

1. Decoração de um quarto de casal

Bedroom homify Modern Bedroom
homify

Bedroom

homify

O que é que um quarto de casal tem mesmo que ter? Ora, aqui na homify, nós somos pelos casais felizes e íamos detestar saber que houve confusão aí em casa porque o quarto não satisfaz as necessidades de ambos! Aliás, é mesmo por aí que vamos começar.

Quando decoramos um quarto só para nós, é tudo diferente. Pensamos nos nossos próprios gostos e necessidades e compramos as coisas consoante os mesmos. Porém, quando o espaço é partilhado, a coisa já não é bem assim, por isso mentalize-se que é importante chegar a consensos e que, para tal, podem ter que fazer cedências. Se calhar não vão concordar em tudo, mas se um escolhe as cortinas, o outro pode, por exemplo, escolher a carpete.  Divirtam-se neste projecto. Levem-no com leveza. A decoração é isso mesmo.

Comece a decorar o quarto por definir um estilo. Prefere o estilo moderno? Identifica-se mais com o rústico? Ou não resiste a ambientes de inspiração minimalista? Pondere e reúna inspirações de revistas, websites e redes sociais. Depois de determinado o estilo da decoração, é tudo mais fácil.  

De seguida, foque-se na cama. Uma cama confortável é essencial para um bom descanso pelo que sugerimos um investimento nesse aspecto. Escolha uma cama proporcional ao espaço (e à sua rotina de sono e ritmo enquanto casal) e com um colchão cómodo para descansar e para ajudar a corrigir e a evitar problemas musculares e de coluna. Para um quarto de casal, poderá escolher uma cama de casal (1.88 x 1.38m), uma cama Queen (1.98 x 1.58m) e uma cama King (1.98x1.85m).

Está na hora de pensar no espaço em torno da cama. A lógica leva-nos a prosseguir para as mesas de cabeceira. Idealmente, deve existir uma de cada lado para apoiar cada membro do casal. Dá sempre jeito ter uma superfície sobre a qual se possam pousar os livros, os telemóveis, o relógio, as lentes de contacto ou os óculos, uma água, e por aí adiante. Escolha mesas com uma altura proporcional à da cama. Se a mesa tiver uma gaveta, ainda melhor. A gaveta significa espaço de arrumação extra.

E por falar em arrumação, planeie bem os seus roupeiros. A maior parte das casas modernas tem roupeiros embutidos, o que é uma grande vantagem. O interior deve ser organizado em função daquilo que cada membro do casal possui. Quem tem mais roupa tem que ter mais espaço. Note-se, porém, que pode encontrar espaço adicional numa cómoda ou numa cama com gavetões.

Não descure a iluminação. Para além do típico candeeiro de tecto que providencia uma luz geral, deve instalar algumas luzes orientadas para tarefa (para ler ou para se maquilhar por exemplo). De resto, vale a pena contar com um regulador de luz para aqueles momentos em que precisa de luz, mas não quer uma luminosidade demasiado forte e intensa.

Em relação às cores, sugerimos uma paleta cromática neutra que não seja nem demasiado feminina, nem masculina. Para valorizar uma ou mais paredes, pode recorrer ao papel de parede. 

Por fim, lembramos que o quarto de casal é um espaço íntimo de descanso e de romance. Não abuse dos aparelhos electrónicos. Se puder, elimine a televisão. Pode, em vez dela, instalar um sistema de som surround para ouvir música.

2. Decoração de quartos pequenos

Decorar um espaço pequeno é sempre desafiante, mas uma área exígua nem sempre é uma má notícia. Os espaços pequenos são também mais acolhedores e, para além disso, significam um investimento menor. Se tem um quarto pequeno e não sabe como decorá-lo, veja os seis pontos chave:

Tenha em atenção as proporções:  tire medidas antes de comprar os móveis para o seu pequeno quarto. Com o on-line, é fácil visitar as páginas das lojas e medir as peças antes de as comprar. Depois de colocados os móveis, deve ainda poder contar com espaço para circular sem constrangimentos.

Não sobrecarregue o espaço: mantenha a simplicidade. Não o sobrecarregue o quarto com móveis, objectos de decoração, uma paleta cromática ruidosa e ornamentos. Deixe o ambiente respirar.

Tire partido da luz natural, das cores claras e dos espelhos: deixe a luz natural entrar no quarto! Não a bloqueie de nenhuma forma. Se usar cores claras, tanto melhor. As cores claras reflectem a luz e distribuem-na homogeneamente pelos espaços, fazendo com que eles pareçam maiores. Os espelhos também aumentam visualmente os espaços. Nada como uma boa ilusão de óptica!

Crie áreas de arrumação estratégicas: cada recanto tem potencial de arrumação: o espaço por debaixo da cama, um nicho sob a janela, o aproveitamento de um tecto esconso, uma otomana com arrumação por baixo do assento, uma estrutura de cama com mesas de cabeceira incluídas, e por aí adiante. Seja esperto!

Esquinas arredondadas: privilegie móveis com esquinas arredondadas para ocuparem menos espaço no chão.

Pense na vertical: pense na vertical que é como quem diz: use as paredes! Em vez de comprar as duas tradicionais mesas de cabeceira, pode, por exemplo, comprar duas pequenas prateleiras e suspender uma em cada lado da cama.

3. Decoração de quartos modernos

Identifica-se com o estilo moderno e gostava de o incorporar no seu quarto? Experimente o seguinte:

Faça com que a arquitectura se torne parte da decoração: a modernidade de um espaço começa pela arquitectura do mesmo. Uma parede em betão aparente, um grande plano envidraçado ou linhas clean e depuradas são algumas características do estilo moderno.

Paleta cromática neutra: o estilo moderno dispensa, na maior parte das vezes, o uso de cores berrantes. Em vez delas, ponha em evidência o branco, o preto, o cinza, o bege ou o azul acinzentado. Deixe as cores vibrantes para os detalhes.  

Móveis com uma geometria forte: os móveis têm formas esguias e linhas simples. Escolha peças largas e baixas (quase rente ao chão) que ofereçam profundidade ao espaço. Os móveis não são ornamentados. Por vezes, nem puxadores têm. As gavetas podem apenas ter uma reentrância para as fazermos deslizar.

Materiais fortes e singelos: no que aos materiais diz respeito, destacaríamos o metal, o aço, o betão, o vidro, o mármore e, claro está, a madeira.

Têxteis para maior conforto: é fácil deixar um espaço moderno cair numa certa esterilidade e frieza. Compense a presença forte dos materiais e móveis com os têxteis que devem ser confortáveis. Use tapetes, cortinas para salvaguardar a sua privacidade, combine várias almofadas na cama e aposte em poltronas ou sofás com assentos cómodos.

Muita luz natural: os espaços modernos são espaços que se querem arejados e integrados com o a natureza e o exterior. Deixe a luz natural fluir e iluminar o ambiente!

4. Feng Shui aplicado aos quartos

O Feng Shui é uma filosofia chinesa ancestral que procura preservar e explorar as boas energias presentes num espaço. Os mestres que estudaram e estruturam o Feng Shui perceberam que cada ambiente tem uma energia que influencia o comportamento de quem dele usufrui.

Saiba como pode aplicar o Feng Shui ao seu quarto:

Livre-se da “tralha”: nada perturba mais o nosso descanso do que estar num espaço com objectos espalhados por todo o lado. Estes objectos constituem distracções e estimulam-nos negativamente. Um cenário desalinhado não nos acalma, nem nos leva a conseguir limpar a nossa mente. Nesse sentido, sugerimos-lhe que faça uma arrumação de fundo ao quarto. Fique apenas com aquilo de que precisa e com o que lhe transmite uma boa sensação. Lembre-se: “menos é mais”.

Posicione bem a cama: posicione a sua cama de forma a que, a partir dela, consiga ver o quarto todo e a porta, mas não a alinhe directamente com a última. Dormir de costas para a porta ou com a cabeceira por baixo de uma janela é um desassossego porque perdemos o controlo sobre o espaço. Contudo, se a cama estiver muito alinhada com a porta, também nos podemos sentir desprotegidos. Além do mais, a parede contra a qual está a cabeceira da cama deve ser sólida.

Suavidade em torno da cama: evite ângulos esquinudos a apontar para si enquanto dorme. Privilegie formas orgânicas e arredondadas. 

Uma mesa de cabeceira de cada lado: coloque uma mesa de cabeceira de cada lado da cama para um maior equilíbrio. As mesas de cabeceira não têm que ser iguais, mas devem harmonizar-se.

Reduza o uso de aparelhos electrónicos: em pleno século XXI, é quase impossível pedir às pessoas que dispensem por completo o uso de aparelhos electrónicos dentro do quarto. Porém, estes aparelhos são fonte quase permanente de distracção, pelo que devem ser reduzidos ao máximo ou substituídos. Pode, por exemplo, trocar um despertador eléctrico por um com pilhas.

Arte: seja cuidadoso ao escolher os quadros para o seu quarto. Evite imagens agressivas e favoreça as que lhe transmitem calma e paz.

5. DIY aplicado aos quartos

Uma boa maneira de poupar dinheiro a decorar um quarto é através do DIY (Do It Yourself/Faça Você Mesmo). Calma. Não precisa de ser um Picasso! Há projectos DIY simples e criativos com resultados muito eficazes. Aliás, já partilhámos muitos aqui na homify.

As paletes de madeira são muito utilizadas nestes projectos. Pode, por exemplo, usar paletes de madeira para fazer a base da sua cama, uma mesa de cabeceira ou até para criar uma nova estante ou prateleira para arrumação ou exposição de objectos decorativos. Há, também, alguns projectos que aplicam as paletes na cabeceira da cama.

E por falar em cabeceira de cama: se a sua é monótona, mas não tem orçamento para comprar uma nova, por que não reciclar um biombo antigo (pode encontrar numa loja de velharias, por exemplo), pintá-lo com uma nova cor e usá-lo como cabeceira? Foi precisamente isso que fizeram no quarto que vemos na imagem acima.

Outra ideia engraçada, é reunir algumas das suas fotografias preferidas e imprimi-las num formato Polaroid para depois criar um mural só com elas. Esta pode ser uma excelente ideia para dar vida a uma parede vazia.

Mais fácil ainda é aproveitar móveis antigos e dar-lhes um novo propósito. Fale com os seus amigos e família e visite mercados de rua e lojas de velharias. Uma cómoda de madeira escura e desinteressante, por exemplo, pode ser pintada e levar novos puxadores, tornando-se assim numa peça totalmente diferente e com impacto dentro do seu quarto. Contudo, antes de comprar seja o que for, repare no estado de conservação. Não pode fazer nada de um móvel com a madeira a apodrecer.

Sabe que mais? Um tronco antigo e fino pode ser transformado num cabide para algumas roupas. Basta colocar uma corda forte em cada extremidade e suspender o tronco, com ganchos, no tecto. Depois, só tem que comprar alguns cabides giros e pode pendurar fora do armário algumas peças especiais ou que quer ter sempre à mão como bolsas, casacos ou cachecóis.

Procure aqui na homify por “DIY” para ter acesso a mais textos e ideias.

6. Contratação de um decorador e preços

Se mesmo assim tem dúvidas, então contrate um decorador. Ele saberá encontrar as melhores soluções para o seu quarto.  Fale sempre com mais do que um profissional e não se esqueça de pedir orçamentos, discutir as ideias e comparar preços.

Recomendado:

Quartos de sonho: 25 ideias elegantes para quartos de dormir

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!