​Combinar o estilo contemporâneo com peças de mobiliário antigo

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

​Combinar o estilo contemporâneo com peças de mobiliário antigo

Agata Alencoao Agata Alencoao
modern  by B-mice Design + Architecture, Modern
Loading admin actions …

A forma como decoramos a nossa casa é algo muito pessoal e logo por aí, aquilo que nos é permitido fazer, não apresenta qualquer tipo de barreiras. A ideia de que temos de optar por um estilo decorativo e mantermo-nos fiel a ele é algo que não faz absolutamente sentido nenhum. As nossas ideias e criatividade podem levar-nos muito longe e por essa razão não há obrigação a restringirmo-nos a um estilo apenas. No artigo de hoje temos uma proposta decorativa que combina o contemporâneo com o antigo. Ainda que sejam dois momentos históricos que nada têm que ver um com o outro, a verdade é que é possível combiná-los e conseguir resultados muito interessantes. Se tem algumas peças que pertenceram à sua família, ou se gosta de lojas de antiguidades, temos algumas dicas para lhe dar para que possa casar de forma perfeita as preciosidades que vai encontrando com a decoração da sua casa. Venha connosco e deixe-se surpreender.

Forre sofás antigos

Este é um dos pontos favoritos deste artigo e a razão é muito simples é uma forma de reutilizarmos e ao mesmo tempo de fazermos aquilo que nos apetecer. O acto de forrar foi perdendo importância ao longo dos tempos—provavelmente por muita das vezes ser mais dispendioso forrar, do que comprar uma peça nova. Contudo aquilo que podemos fazer quando escolhemos os tecidos para forrar marca toda a diferença. Se tem em casa um sofá demasiado gasto pelo tempo, não pense duas vezes, pegue nele e crie uma peça de mobiliário nova!

Recorra à história de arte num contexto contemporâneo

A terminar este artigo não poderíamos deixar de aludir de novo à mistura dos dois estilos e à importância destes conviverem em equilíbrio. Neste caso o que lhe sugerimos é que sobre um estilo contemporâneo recorra a peças mais antigas que transportem para um contexto histórico diferente do actual. Não precisa nunca de ser demasiado rebuscado, na verdade isso não faz sentido nenhum, aquilo de que realmente precisa é de encontrar objectos muito diferentes que se complementem. Olhando para a imagem, vemos que apesar do estilo minimalista há elementos fora do contexto. As duas pedras que vemos na mesa de centro são bastante inesperadas, mas são precisamente elas que dão um toque à decoração desta casa, acrescentando personalidade ao espaço

Escolha uma peça que marque a diferença

Somos a favor de peças que sobressaiam dentro do contexto decorativo, uma vez que acreditamos que na maior parte das vezes uma peça que se destaque verdadeiramente acaba por valer mais que um conjunto de peças que passem despercebidas. Não interessa se vai optar por uma vertente mais contemporânea ou mais clássica. No exemplo que escolhemos optamos por distinguir as duas jarras transparentes que vê em cima da mesa. É certo que o fundo extremamente contemporâneo não passa por momento algum despercebido e é precisamente no contraste criado por ambos que surge o carácter especial da decoração desta sala.

Pinte mobiliário antigo

Uma outra solução que pode ser muito apelativa recorre ao uso de peças de mobiliário antigo que ganham uma nova vida ao serem pintadas de novo. Não vale a pena assustar-se com o trabalho porque é muito mais fácil do que à partida pode soar não tem que ser especialmente dotado no que diz respeito a artes plásticas para conseguir fazer um bom trabalho. Lembra-se do conceito DIY (do it yourself) de que já lhe falamos tantas vezes? Pois é! Aqui está uma boa maneira de o pôr em prática! O que tem a dizer sobre o armário que vê na imagem? Giro, não é? Pois bem, pode ter um igual em sua casa!

Encontre o equilíbrio perfeito

O segredo para que este conceito que lhe estamos a apresentar resulte, tem que ver com encontrar o equilíbrio certo entre o contemporâneo e o antigo para que a coisa não penda mais para um lado do que para o outro, mas mais ainda, para que exista uma harmonia dos espaços que está a decorar. Para ilustrar este ponto escolhemos um exemplo de um quarto onde tudo parece fazer sentido e estar no sítio certo, se por um lado a mesinha de cabeceira é de design totalmente antigo, por outro, o despertador que nela se encontra, não podia ser mais moderno. Na cama, a cabeceira em madeira envelhecida contrasta com o bonito edredão que a cobre.

Use mobília de madeira

A madeira de alguma forma foi entrando em declínio quando outros materiais mais económicos começaram a entrar em ascensão. Se é por um lado compreensível—face aos preços que uma boa madeira pode atingir—é por outro algo que nos entristece porque de facto a madeira é um material muito nobre que cria resultados incríveis e torna o seu espaço realmente diferente e singular. Volte às peças de madeira como se fazia antigamente e lembre-se de coisas que já nem sequer tinha em mente, ora atente nas pernas desta mesa! Pois! Pernas destas não existem em peças de mobiliário feitas de plástico.

 Houses by Casas inHAUS, Modern

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!