8 erros a evitar na fachada da sua casa

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

8 erros a evitar na fachada da sua casa

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
Classic style houses by JUNOR ARQUITECTOS Classic
Loading admin actions …

Sempre que imaginamos a fachada da nossa casa, pensamos na parte estética, nas cores, nos materiais e em como torná-la mais bonita, mas, como sabe, se a estética importa, não lhe fica atrás o lado prático. 

Neste livro de ideias, vamos mostrar-lhe oito erros que deve evitar ao projectar a sua fachada. Muitas vezes, não reparamos em certos erros aquando da construção casa ou quando estamos a visitar uma propriedade para comprar. Porem, há detalhes que, entre outras coisas, a tornam mais segura. 

Para evitar que isso aconteça, deixamos-lhe alguns conselhos. Veja quais.

1. A questão da segurança

Quando o assunto é a fachada da casa, deve-se pensar, acima de tudo, na segurança. Existem diferentes estilos de fachadas que garantem mais ou menos segurança, mas, seja como for, a iluminação é fundamental. 

Uma entrada bem iluminada, sobretudo se tiver áreas com mais profundidade, é uma entrada menos vulnerável do que uma que tenha zonas afundadas na penumbra. 

No caso de querer reforçar ainda mais algum sector, pode recorrer a luzes com sensores que se acendam ao detectar movimentos. Estas luzes são ideais para as portas ou as janelas mais escondidas. 

2. Para maior conforto

A privacidade é uma característica muito procurada quando se projecta uma casa, especialmente no que concerne à parte frontal da mesma que pode revelar tudo sobre o seu interior se estiver virada para uma rua movimentada. É possível que, em alguns casos, se tenha que abdicar de uma ou outra característica estética com que sempre sonhou para reforçar a privacidade e, assim também, a segurança.

Se quiser que a iluminação natural entre na casa, pode proteger as grandes janelas com um moderno gradeamento de madeira com ripas na vertical, tal como se vê na moradia da imagem. Desta forma, a luz entra sem, por isso, sacrificar a privacidade e segurança. É uma opção bonita, elegante e económica. Reserve as grandes aberturas para a parte traseira da casa.

3. Não preservar a estética

A fachada da nossa casa reflecte o nosso gosto e personalidade. É a primeira parte da casa que se vê, pelo que se procura um design original, bonito e que sobressaia. Com esta premissa, caímos, não raras as vezes, no erro de sobrecarregar a fachada com muitos ornamentos ou cores que chamam a atenção, mas não propriamente pela sua harmonia. 

Logo, se quer dar um toque de personalidade à sua fachada, uma forma segura e eficaz de o fazer é através da cor, não da cor principal da casa, mas sim dos detalhes—caixilharia, portas, portão, vedação, entre outros. Um detalhe de cor dá um toque especial à fachada sem que ela caia necessariamente numa estética caótica ou estridente. 

4. É tão bonita de dia como de noite?

Se tem uma fachada bonita que mantém em perfeitas condições, é uma pena que, ao cair da noite, essa beleza se perca. Muitas vezes, passamos ao largo do tópico da iluminação, com excepção da porta de entrada. Todavia, há certos pontos da casa que, quando correctamente iluminados, podem transformar a sua casa de noite. Uma casa bonita é uma casa que se ilumina para fazer sobressair o que de melhor tem. 

5. Está alguém aí?

Quando temos convidados, a ideia é que eles apreciem a nossa casa, queiram voltar e tenham uma chegada cómoda e acessível. Para isso, é importante ter a campainha ao lado da porta: uma campainha que funcione, que se ouça claramente no interior e que não faça o seu convidado andar à sua procura ou ter que gritar para lhe abrir a porta.

6. Ter a direcção clara e à vista

Há uma parte da fachada que nem sempre é tida em conta. Estamos a falar da numeração da casa que, muitas vezes, passa totalmente despercebida ou tem os números em mau estado ou em condições ilegíveis. É importante dar um certo protagonismo à numeração. Existem diferentes modelos de números que se podem adaptar muito bem a qualquer estilo de fachada, pelo que não há desculpas. O ideal é que os números não sejam demasiado pequenos, ilegíveis, mal iluminados e/ou com uma cor que não contraste.

7. Uma entrada cómoda, independentemente do estilo

Se a nossa casa tem um caminho até à entrada, seja ele um jardim, em cimento ou uma combinação de ambos, a ideia é que o percurso até à casa se faça de forma cómoda e possível. 

Para isso, é importante manter a iluminação em perfeito estado, eleger materiais que não representem perigo e, claro está, manter tudo bem iluminado. 

Este conselho é também útil para quando temos que transportar móveis para dentro de casa ou para fora. Afinal de contas, queremo-lo fazer de maneira segura, acessível e cómoda. 

Não convide a intrusões

Existem certos detalhes que podem parecer pouco significativos, mas que representam um possível acesso à casa, como é óbvio ilegal. 

Ter em conta as janelas, clarabóias e outras entradas que possam representar um fácil acesso à casa, assim como a colocação de grades, de janelas com vidro duplo, de alarmes e de video-vigilância são passos importantes para tornar a casa mais segura. 

A sua casa deve ser bem ventilada e iluminada, mas sempre com segurança.

A propósito, consulte o nosso artigo: Como tornar a sua casa mais segura.

Veja mais projectos dos arquitectos registados na homify.

Modern Houses by Casas inHAUS Modern

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!