10 cozinhas económicas, mas fenomenais!

Request quote

Invalid number. Please check the country code, prefix and phone number
By clicking 'Send' I confirm I have read the Privacy Policy & agree that my foregoing information will be processed to answer my request.
Note: You can revoke your consent by emailing privacy@homify.com with effect for the future.

10 cozinhas económicas, mas fenomenais!

Sílvia Cardoso—homify Sílvia Cardoso—homify
 Kitchen by Happyhomes, Minimalist
Loading admin actions …

No início do ano, depois de Dezembro, é normal que as nossas finanças estejam mais baixas do que o usual. Com as férias e o Natal, isto acontece a muitas famílias. Isto dificulta a possibilidade de seguir as novas tendências de decoração, neste caso as de 2017. 

Se se identifica com esta situação e procura renovar a sua cozinha, então está no sítio certo. Com dez bons exemplos, mostramos-lhe como é possível ter uma cozinha moderna e fresca sem gastar demasiado dinheiro. O engenho, a criatividade e a atenção aos detalhes são a chave para uma mudança em casa. 

Tome nota e comece a planear o seu projecto.

1. Com um toque de natureza

Uma transformação que se pode realizar em minutos passa por incorporar flores e vegetação no ambiente. Para além de transformar, de imediato, a atmosfera, as plantas refrescam os espaços, melhoram o estado de espírito e mantêm-nos mais perto da natureza. Escolha plantas que resistam a um ambiente sombrio. Pode até plantar as suas ervas aromáticas e usá-las para cozinhar. 

2. Pequenos detalhes que fazem uma grande diferença

Se não muda nada na sua cozinha há anos, saiba que há opções para lhe dar um toque diferente sem gastar muito dinheiro ou ter que fazer mudanças profundas. Substituir as lâmpadas ou pintar as paredes expostas com um tom diferente pode dar vida a uma cozinha monótona de forma eficaz. 

3. Criativo e original: mobiliário com rodas

Ter uma ilha central espaçosa na cozinha é o sonho de quem gosta de cozinhar. A ilha é útil não só para preparar alimentos, como também para servir como área de refeições. Se, no seu caso, o espaço é reduzido ou o orçamento limitado, por que não apostar numa ilha com rodas fácil de mover na área? Desta forma, pode mudar a distribuição da cozinha e aproveitar ao máximo a área da mesma. 

4. Estantes expostas

 Kitchen by CA.ZA, Modern

Se viu as cozinhas que temos aqui na homify, deve ter reparado numa tendência transversal às mais pequenas: as estantes expostas. Referimo-nos a estantes e não a armários. Neste caso, não há portas a atrapalhar e a pesar no ambiente. É uma boa ideia para não lotar os espaços pequenos. Pode criar as suas próprias estantes/prateleiras recorrendo a madeira reciclada ou a paletes de madeira. Use-as para colocar elementos decorativos, livros de cozinha ou utensílios e condimentos.

5. Vinis divertidos e decorativos

Esta é uma opção genial para quem procura personalizar as paredes da cozinha com desenhos únicos, frases motivadoras ou até receitas. A designer Lucia Casanova optou por colocar vinis numa pequena secção da parede backsplash, tendo-os depois protegido com vidro para ficarem protegidos da água e de outras agressões típicas deste espaço (calor, vapores, etc.).

6. Azulejos vintage para a parede backsplash

A parede backsplash é a que surge entre a superfície do balcão e os armários superiores. Esta é uma das partes da cozinha mais expostas e que está mais à vista dos usuários, pelo que remodelá-la, terá um grande impacto no espaço. Sem necessidade de revestir todas as paredes da cozinha, escolha mosaicos de vidro e porcelanato texturizado com um acabamento que os torne mais resistentes. 

7. Um toque de cor basta

Os apartamentos modernos ou tipo estúdio contam com cozinhas de dimensões mínimas e, muitas vezes, com pouca iluminação, o que complica a escolha das cores e a distribuição dos elementos no espaço. Uma alternativa cativante e pouco comum passa por utilizar cores que tenham impacto como é o caso do vermelho ou do amarelo. Tenha, porém, cuidado ao aplicar a cor. Use-a apenas num elemento (bancada, parede backsplash, mobiliário, etc.) e não em todos ao mesmo tempo.

8. Mobiliário simples e criativo

A funcionalidade e a beleza são características que devemos ter em conta ao projectar uma cozinha e ao escolher o mobiliário. Em pequenos espaços onde a decoração é mais limitada, procurar peças únicas e diferentes é uma boa forma de conseguir captar a atenção e imprimir personalidade ao espaço. Um frigorífico fora de comum, prateleiras com cores diferentes ou uma forma especial de pendurar os utensílios podem fazer toda a diferença.

9. Têxteis únicos e diferentes ficam sempre bem

As cortinas e as almofadas adequam-se a todas as cozinhas, desde as mais românticas e clássicas até às mais contemporâneas. São elementos que podem converter-se em protagonistas, se usados de forma correcta. Refresque o estilo da sua cozinha, alterando estas peças. Escolha cores vivas, padrões interessantes ou texturas que chamem a atenção.

10. Ordem e funcionalidade como factores-chave

Em apartamentos pequenos e com uma distribuição aberta, a cozinha surge como área integrada que pode ser vista a partir da sala de estar ou da sala de jantar. Assim, o seu aspecto deve ser agradável para que não romper a harmonia do resto da casa. Para além da parte estética, a funcionalidade é também importante. Deve-se aproveitar cada centímetro quadrado para armazenamento e espaço de preparação de alimentos. Quanto mais conseguir guardar, melhor. Assim, evita que se crie ruído visual. Os nichos são uma boa opção para embutir os electrodomésticos. 

 Houses by Casas inHAUS, Modern

Need help with your home project?
Get in touch!

Discover home inspiration!